Total de visualizações de página

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Espresso Romano – Itália


Café é coisa séria na Itália, especialmente em Roma, onde reina o espresso. Existem muitas versões diferentes de café espresso, mas na Itália essa dose de café é servida com uma rodela de limão.

 


O azedo do limão realça a doçura natural do café e, por isso, não leva açúcar.


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Kaapi: o café filtrado da Índia


Também conhecido como “kaapi”, este café do sul da Índia é feito com grãos bem escuros e torrados com chicória fermentada num container de metal. Durante o processo, os grãos são comprimidos e fermentados, transformando-se em um dos cafés mais fortes do mundo. A bebida completa também leva leite e açúcar.

Assim como os vietnamitas, os indianos têm um tipo de café para chamar de seu. E um filtro especial para prepará-lo que é um tanto exclusivo. Conhecida por lá com o nome de Kaapi, a mistura é servida há anos da mesma maneira: 80% do grão, 20% de chicória e um pouco de leite, tudo preparado em um percolador (filtro) de café.

O método de preparo consiste em um equipamento com quatro peças de metal. O pó do café misturado à chicória é colocado na parte superior, que é fechada e comprimida com uma tampa metálica. A água quente é acrescentada na parte de baixo de forma que, quando você encaixa as partes e as vira de ponta cabeça, o líquido desce e se mistura ao grão. Depois de aguardar a infusão, basta inverter novamente para que a mistura passe pelo filtro e separe os sólidos do resultado final.



Depois de pronto, os indianos incluem um pouco de leite quente à mistura. Ela é normalmente forte e encorpada, sendo sempre servida nas chamadas tumbler-davaraa¸ canecas de metal que dispensam os luxos e focam na praticidade e, claro, na tradição do uso do utensílio.

Para os indianos – e também para quem já experimentou – o sabor e aroma do resultado desta mistura são incríveis. Tanto que, até hoje, existem cafeterias históricas dedicadas a agraciar as manhãs dos habitantes e turistas com boas doses de Kaapi.

E você? Experimentaria esta mistura?

FONTE

http://www.mexidodeideias.com.br/viagem/kaapi-o-cafe-filtrado-da-india/

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Kopi Susu Panas – Malasia



Os britânicos levaram café para a Malásia no começo do Século XIX, mas lá eles servem o a bebida bem forte e doce. Um pouco de leite condensado é colocado na xícara antes de tudo. Depois, um café bem forte e coado na hora é colocado em cima. A bebida se mistura ao leite condensado, ficando um pouco mais densa do que o normal.






Quando quiser beber, basta dar uma mexidinha final e aproveitar.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Café Bombón



Servido em camadas num copo, o café bombón, da Espanha, é composto de café espresso com leite condensado.

Primeiro, vai o café e, em seguida, o leite condensado é adicionado lentamente, afundando no copo e criando duas camadas separadas. Antes de beber, os espanhóis costumam misturar os dois.

Café bombón, típico da Espanha, é servido num cálice de vidro transparente, com o objetivo de mostrar as camadas de café e leite condensado. As densidades diferentes dos líquidos deixam o café na parte superior e o leite condensado na parte inferior.




Este tipo de café teve origem em Alicante, tendo, ao longo do tempo, se espalhado pelo resto da Espanha. Por vezes, é servido com licor Baileys, em vez de leite condensado.

Em algumas regiões espanholas, recebe também os nomes de cafè bombó, cafè llépol, café goloso ou café biberón.



FONTE

https://pt.wikipedia.org/wiki/Caf%C3%A9_bomb%C3%B3n

Café de Olla:


Esse café mexicano pode ser traduzido, literalmente, para “café no pote” e é tradicionalmente preparado e servido em potes artesanais de argila, que dão ao gosto da bebida um leve toque de barro. Além disso, são acrescentados ao café um pouco de canela e piloncillo, doce feito de cana-de-açúcar, semelhante à nossa rapadura.


Imbuído com aroma de canela e piloncillo, uma caneca de café de olla é tão doce e aquecida quanto parece. A bebida típica mexicana é normalmente servida em canecas de barro vermelho em cafés de todo o México.

Quero uma!

Sorrindo em...



quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

McDonald's cutuca cafeterias em comercial

O novo comercial da rede de fast food McDonald's para promover o McCafe no Reino Unido cutuca aquele tipo de cafeteria "hipster".

Criado pela Leo Burnett de Londres e dirigido por Tony Barry, da Knucklehead, o filme brinca com uma tonelada de coisas que podem ser vistas neste tipo de cafeteria: copos diminutos, menus confusos, preços exorbitantes, senhas de wifi pretensiosas, mesa tênis de mesa em vez de lugares para se sentar.

Com Creativity.
Ficha Técnica:
Agency: Leo Burnett London
Client: McDonald's U.K.
Creative Director: Matt Lee
Creative Director:Pete Hayes
Copywriter/Art Director: Pete Hayes
Copywriter/Art Director: Matt Lee
Agency Producer: David Riley
Director: Tony Barry
Production Company: Knucklehead
Producer: Sara Cummins
FONTE
http://www.clubedecriacao.com.br/ultimas/mccafe/

Cafe X tem robô que serve café


O robô que serve café já existe

Você entra em uma cafeteria, faz seu pedido por meio de um aparelho eletrônico e um robô entrega o seu café. Parece um cenário futurista, mas ele já acontece agora, em 2017!


Em São Francisco, nos Estados Unidos, foi inaugurado o Cafe X, um quiosque em que a bebida é servida por um robô, sem intervenção humana.

Pedir o café é muito simples: você pode usar o touchscreen disponível no local ou então um aplicativo no seu celular. Em apenas 20 segundos a bebida chega quentinha – pode ser um café ou até mesmo um cappuccino.

Os valores das bebidas variam entre US$ 2,25 e US$ 8 por copo, dependendo de qual é a seleção de cafés. O robô tem capacidade de preparar entre 100 e 200 drinks por hora, o que é importante para um dos principais objetivos do local: mais praticidade e agilidade para os clientes.

Apesar de não abrirmos mão do café feito pelo barista, ficamos curiosos para conhecer o Café X. Se você estiver de viagem marcada a São Francisco, não deixe de visitar essa novidade!

Por: Monalisa Briganti

Escrito por Mexido de Ideias em Barista e Sommelier

FONTE

http://www.mexidodeideias.com.br/barista-e-sommelier/o-robo-que-serve-cafe-ja-existe/

Café Jurerê criou o Fast Coffee



Passar um cafezinho nunca foi tão fácil e rápido. Quem gosta de café sabe que nada substitui um cafezinho passado na hora. Pena que o processo não é tão simples quanto mergulhar um sachê na água e fazer chá. Ou melhor, não era.


A empresa brasileira Café Jurerê criou o Fast Coffee, um sachê de café que se transforma em um mini coador, encaixando-se perfeitamente no bocal de xícaras e canecas.

O sachê vem com 10 gramas de café moído e torrado com grãos do tipo arábica. Ao ser aberta, a embalagem possui pequenas alças de papel, quando posicionadas na boca da caneca ou xícara transformam o sachê em um mini coador.


Assim, é possível passar um café rapidamente em qualquer lugar, basta despejar água quente no coadorzinho. Segundo a empresa, o sistema de filtragem é feito em TNT, um tecido ecológico mais rústico – o famoso tecido-não-tecido – garantindo assim à bebida, de torração e moagem média, um sabor forte e achocolatado.

No site da empresa, a caixa com 10 sachês custa R$23,90 e pode ser comprada aqui. Porém, é possível que você encontre também em outros sites, com preços um pouco mais em conta. Assista ao vídeo sobre o produto, postado pelo canal do Youtube de Jobson Amancio:




FONTE

http://sossolteiros.bol.uol.com.br/sache-vira-minicoador-para-passar-cafe-na-hora/

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Identificando um café bem preparado



Para identificar um café bem tirado, quatro dicas são fundamentais:

1) Um bom café espresso é concentrado
  • 7 gramas de pó para até 50 ml de água
2) A moagem aconselhada é a média.
  • Se o creme não se formou é porque a moagem está grossa, o tempo de extração foi curto ( ou qualidade do café e do equipamento não são bons); e o café não foi bem tirado (ficará muito fraco).
  • Se ela for muito grossa, a água passa mais rápido pelo filtro e a bebida fica fraca, sem a formação do creme.
  • Se for muito fina, a água demora mais a sair, deixando a bebida amarga e manchas brancas no creme. Além disso o pó deve ser comprimido adequadamente;
3) O creme não pode se desfazer com facilidade;

4) O creme deve deixar uma marca na lateral da xícara.


De aroma e sabor intensos com um bom corpo e persistência no paladar, coberto por um denso creme cor de avelã (marrom claro/um leve toque tigrado), em toda superfície da xícara, cuja espessura deve estar entre 3mm a 4mm. 



domingo, 19 de fevereiro de 2017

Eu Adoro o Pingado


Hugh Jackman chega a São Paulo e se anima com um “pingado”

O intérprete de Wolverine, chegou a São Paulo para promover o filme Logan, que tem estreia marcada para os cinemas no dia 2 de março. O ator australiano Hugh Jackman, o intérprete de Wolverine, desembarcou em São Paulo neste domingo para promover o filme Logan, que tem estreia marcada para os cinemas no dia 2 de março. Esbanjando simpatia, ele postou um vídeo no Instagram tomando um “pingado”, um clássico café com leite, em uma caneca esmaltada.


"Estou feliz de estar em São Paulo tomando meu primeiro pingado". 


Movimento: Eu Adoro o Pingado

O movimento EU ADORO PINGADO tem como missão resgatar e valorizar o PINGADO, uma das mais brasileiras bebidas de café. Além de preservar um patrimônio cultural, servirá para expandir a base de consumidores, estimulando a molecada a consumir café em sua forma mais divertida: o PINGADO.

Sendo um movimento de livre adesão, onde todos são voluntários e estão dispondo de sua criatividade, inspiração e transpiração para que fortaleça o vínculo de todos com o café, os materiais disponíveis são de uso liberado, podendo ter as mais diversas aplicações, como banners, flyers, cartazes ou mesmo camisetas
.
Cafeterias e padarias de norte a sul do Brasil já estão fazendo parte. Dessa forma, o café, a cafeicultura e todos os envolvidos na imensa cadeia do café ficarão muito gratos!


EU ADORO PINGADO
MOVIMENTO DE VALORIZAÇÃO DO PINGADO

O Pingado é uma instituição tipicamente brasileira, bebida campeã de vendas e consumo matinal nas melhores padarias país afora. Em sua receita clássica, é preparado com um autêntico cafezinho feito em coador de pano e adicionado de um pouco de leite, como se fossem apenas alguns pingos...

Hoje o mercado está vivendo o pleno florescimento das cafeterias, que trazem consigo uma nova cultura de consumo do café e de suas bebidas derivadas, entre elas o Machiatto, combinação do espresso com um pouco de leite vaporizado, versão italiana do nosso Pingado. No entanto, o tradicional e bom Pingado mantém liderança absoluta e folgada nos pedidos dos balcões das padarias, juntamente com o inseparável pão na chapa.

Manter a História viva é preservar a cultura, a memória e tudo de bom que ela pode proporcionar.

Valorizar o Pingado como uma manifestação cultural genuinamente brasileira através de um movimento aberto, de livre adesão e totalmente voluntário é a premissa do EU ADORO PINGADO (www.adoropingado.net). 

A logomarca oficial, criada pelo designer gráfico Rodrigo Greco, de Belo Horizonte, pode ser utilizada das mais diversas formas, aplicada em camisetas, botons, papelaria e websites, desde que atendendo alguns requisitos simples.

Tem como irmã a Média, que leva mais leite, até chegar no famoso “meio a meio”, quando se tem a Média Clara. Com menos leite, tem-se a Média Escura.

E, afinal, o como é um bom Pingado?


MANDAMENTOS DO BOM PINGADO

1) O café, base do Pingado, tem de ser honesto, de boa procedência e qualidade. (Um café de boa qualidade é delicadamente adocicado.)
2) O preparo de café tem de ser correto, seja como cafezinho (no coador de pano ou papel) ou espresso.(Regras de Bom Preparo, que falam da quantidade de pó e qualidade da água, devem ser observadas.)
3) Café gostoso é o preparado na hora, de preferência.(Não deixe o café por muito tempo em garrafa térmica ou sob aquecimento, pois isso leva à oxidação e, portanto, a uma perda de sabores.)
4) Se o seu Pingado for feito com espresso, o café pode ser diluído como um “carioca” antes da adição do leite. (Diluir o café, sim; diluir o leite, nunca.)
5) Use leite de boa procedência, sempre.
6) O leite pode ser integral, semi-desnatado ou desnatado. (Porém, o ideal é usar o integral.)
7) Evite ferver ou aquecer continuamente o leite. (Para que o seu sabor não se perca, nem suas qualidades nutritivas.)
8) O Pingado usa apenas um pouco de leite, o suficiente para criar uma cor de caramelo ao se combinar com o café.(A Média é uma variação que leva mais leite, até o “meio a meio”.)
9) Adoce a gosto. (Mas, deve ser lembrado que um bom café e um bom leite são levemente adocicados por natureza.)
10) Sendo um autêntico Café da Manhã, recomenda-se como acompanhamento do Pingado, um perfumado Pão na Chapa.


TIPOS DE PINGADOS

Eu prefiro o pingado de café com um pingo de leite; e, sem adoçar.

Pingado

É o café com apenas um pingo de leite 


Meio a meio

Belo equilíbrio: a média tem a mesma proporção de café e leite 

Pingado claro

É mais suave. Vai com duas partes de leite para uma parte de café 


Ainda mais clarinho

Muito leite com um pingo de café, só para dar uma corzinha



FONTE:

http://veja.abril.com.br/brasil/hugh-jackman-chega-a-sao-paulo-e-se-anima-com-um-pingado/

http://www.estadao.com.br/noticias/suplementos+paladar,tipos-de-pingado,3782,0.shtm

http://www.redepeabirus.com.br/redes/form/post?pub_id=70140

Café com Bolo de Caneca




Li no site do Genot Café Especiais que: "Das aventuras que muita gente vive dentro da cozinha de casa, preparar um bolo talvez seja uma das mais comuns. E não é atoa. Essa sobremesa é uma das receitas mais presente na vida de todos nós. A começar pelas boas lembranças que ela traz, seja o cheiro bom da casa da avó ou os aniversários e confraternizações. E, em meio a tantas recordações, estão também as dezenas de preferências que cada um de nós tem por sabor, coberturas, etc. Por isso, uma ótima dica para quem ainda está desvendando os mistérios da culinária caseira é o bolo na caneca, conhecido também como mug cake. De preparo simples e rápido, todos os ingredientes vão dentro da caneca e depois é só colocar no micro-ondas. Prontinho! Você tem uma sobremesa deliciosa, no sabor que você escolheu e sem bagunça na cozinha. O bolo na caneca combina perfeitamente com um sofá aconchegante e um bom filme. Bom apetite!"

Para o Café desta tarde, fiz bolo de chocolate!




Minha próxima aventura rsrsrs

Até a última gota de Café


Ontem após uma amiga reclamar que sempre sobrava um restinho de produto nas embalagens tetra pack, um amigo se prontificou a ensinar a melhor forma de aproveitar "até a última gota", do leite, iogurte, sucos, achocolatado, creme de leite, leite condensado... E, abrindo as laterais dobradas da embalagem, nosso amigo fez a demonstração de como aproveitar todo o produto, sorvendo-o até o final. Foi engraçado.

Esse tipo de embalagem cartonada foi descoberto em 1951 pelo empresário sueco Ruben Rausing. Lançada em novembro de 1952, as embalagens além de atraentes e completas para o consumo de produtos frescos, oferecem também ao consumidor: praticidade, abertura fácil... mais ainda cabe ao consumidor "mais exigente" descobrir como não perder "nadica de nada" do produto.

Lembrei de ter lido algo sobre embalagens de café com o mesmo benefício: apreciar até a última gota! E, acredito que talvez inspirado nas guampas (chifre talhado em forma de copo ou vasilha para líquidos) de tomar tereré e chimarrão o designer esloveno Anze Miklavec criou o Goat Mug.


A história do café registra que há muitos anos atrás, na Etiópia, um pastor percebeu que seu rebanho de cabras ficava alegre e saltitante quando comia grãos de café direto da árvore. Então, ele resolveu fazer o mesmo, transformando os grãos na aclamada bebida.



Fazendo toda uma analogia com as cabras, conhecidas por terem sido as verdadeiras descobridoras do café, e, em homenagem a esses animais o designer esloveno Anze Miklavec criou algo inovador, o Goat Mug. um copo com formato de chifre de cabra que permite que você consiga beber até a última gota de café. Além disso, o copo é sustentável, livre de Bisfenol e conta com duas alças, para que ele possa ser levado para qualquer lugar, seja no pulso, ombro ou pendurado na bolsa, por exemplo.



O Goat Bug ainda vem acompanhado para que ele possa ser colocado em cima da mesa e outros lugares.



Quer um? Clique aqui.

fonte

http://genot.com.br/designer-cria-xicara-que-permite-beber-ate-a-ultima-gota-de-cafe/

Cabines telefônicas de Londres se transformam em cafés


Com a criação dos celulares, os orelhões e cabines telefônicas já não te mais a mesma utilidade de antes. Pensando nisso, as icônicas cabines telefônicas britânicas ganharam uma nova função, em vez de guardarem telefones, algumas dessas cabines foram transformadas em cafeterias!

Desde 2008, a BT, empresa de telefonia que é dona das cabines telefônicas na Inglaterra, permite que pessoas e empresas “adotem” cabines, a fim de manter a preservação dessas peças históricas. Dos mais de 600 telefones públicos instalados no país, a organização Red Kiosk escolheu 100 deles para transformar em pequenos negócios.



Legal, não é? Se for a Londres, não deixe de visitar uma dessas e tomar um cafezinho!

FONTE

http://genot.com.br/cabines-telefonicas-de-londres-se-transformam-em-cafes/

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Perpétua Café-Brechó



Hoje conheci, com meu filho, o Perpétua Café-Brechó. E, comecei logo com um café cappuccino brasileiro, e depois passei para o café macchiato acompanhado de pão de queijo e pão de batata de carne seca... 


Lugar agradável. Mesas ocupadas dentro e fora do estabelecimento. Gostei de ver: pessoas de todas as idades conversando; e, tomando café.

Ficou pra outra oportunidade o cappuccino italiano e outros cafés..., chás, sucos, salgados e doces.



Isa Monteiro é proprietária do Perpétua Café e Brechó


Em anexo a Cafeteria funciona uma loja Brechó com produtos trazidos de São Paulo, Rio de Janeiro, Campo Grande e outras cidades. Os produtos expostos são realmente de brechó; e, em perfeitas condições de uso. Segundo a empresária ela viu na cidade potencial para investir em um negócio diferente, e teve ideia de usar contêineres para o funcionamento da empresa após fazer uma pesquisa e ver que esse tipo de produto estava sendo usado em residências e estabelecimentos comerciais. 









O Perpétua Café-Brechó, da consultora do Sebrae e empresária Isa Monteiro está situado a Avenida Dourados, em Naviraí/MS; e, atende todos os dias das 7h às 19h.


Isa Monteiro atua como Executive Coach, com vários cases de resultado. Presidente e sócia-fundadora da Associação de Coaching do Estado de Mato Grosso do Sul. Palestrante nos temas de Coaching e Consultoria Empresarial. Sócia-diretora da Isa Monteiro Associados. Coaching e Consultoria. Amplo conhecimento na área de negócios atuando há mais de 10 anos com empresas de diversos segmentos. Experiência em consultoria e auditoria contábil nas áreas de Controle Interno e de Demonstrações Contábeis. Sólida experiência em implantação e reestruturação de processos e controle interno financeiros. Participante no Projeto Clínica Empresarial para atendimento às Incubadoras Municipais. Conselheira e Coordenadora de Eventos no Conselho Regional de Contabilidade/MS. Docente na Universidade Católica Dom Bosco nos Cursos de Administração e Ciências Contábeis.

**Pensamento Favorito**
"A vida não é o que acontece e sim o que você faz com o que acontece."

vídeo aqui