Total de visualizações de página

sábado, 13 de dezembro de 2014

Nasce: 1 Cafe e a Conta


Interessante a experiência da profissional de Relações Públicas atuante no mercado de eventos, Marian Klink. Conforme ela relata no Blog: "Quase que de brincadeira criei o perfil Instagram @1_cafe_e_a_conta há 2 anos, quando percebi que esse seria um canal de comunicação interessante para compartilhar fotografias dos cafés que eu tomava mundo afora, mas quando passei a compartilhar as fotos dos cafés que meus amigos tomavam em suas viagens, este canal cresceu expressivamente.


Mais do que belas imagens de Cafés, COMPARTILHO EXPERIÊNCIAS vividas por mim e pelos meus amigos. DIVIDO LEMBRANÇAS de momentos bons, tendo o CAFÉ como protagonista. 

Se este canal está crescendo é porque ZELO PELO CONTEÚDO desde meu primeiro post. Não compartilho imagens aleatórias, não faço posts de imagens se não posso creditar seu fotógrafo e essa mecânica, às vezes, dá muito trabalho. Mas no final é gratificante.


O que no princípio era apenas um canal pessoal, acabou virando negócio. Através de permanente atuação nas redes sociais, o perfil @1_cafe_e_a_conta já reúne mais de 22 mil seguidores, segmentados entre produtores, torrefadores, baristas e consumidores apreciadores de café, e se tornou um veículo importante de referência das tendências e dos movimentos do setor cafeeiro.

Rapidamente posicionou-se como um importante canal de divulgação de Cafés nas redes sociais no Brasil, o Instagram @1CafeeaConta traz diariamente lançamentos, tendências e compartilhando as novidades do mercado internacional. 


O perfil Instagram cresceu e se tornou um blog: “1cafeeaconta.com” e atualmente se transformou numa plataforma para divulgação, indo muito além de portal de belas imagens de cafés, cercados de contextualizações e emoldurados pelas paisagens mais charmosas do planeta. 

O Instagram @1cafeeaconta se consolidou e, de maneira concreta, se apresenta ao público em forma de “Micro-Truck” - O canal que deu mais que uma volta ao mundo em 2 anos, agora traz o mundo dos cafés e seus derivados ao encontro do seu público-alvo através da "BIKE 1Café e a Conta".

Rompendo a barreira do imaginário inspirado através de fotos de cafés e cafeterias espalhadas pelo planeta, a "BIKE 1 Cafe e a Conta" entra nos eventos e oferece, através da experiência sensorial, a degustação do que existe de atual no mundo dos cafés. 

O que ainda não dá para compartilhar, é o aroma sedutor de um café fresco recém passado. Este ainda vale a pena desfrutar ao vivo".

MARINA KLINK


Faço parte de uma família que tem tradição em viajar, muitas vezes para destinos nada usuais. Por observar toda a cultura que acompanha uma pequena xícara de Café, muitas vezes rodeada por paisagens de tirar o fôlego, surgiu a ideia de criar este canal. Neste Blog é possível dar dicas, compartilhar experiências, congelar instantes e perpetuar Cafés Inesquecíveis.


Como surgiu o Blog?

Um dia pedi para me servirem um café, como faço normalmente. Mas daquela vez notei que o café estava muito mais caprichado. Era um daqueles cafés que sentimos até pena de tomar. Não resisti e o fotografei com meu celular, somente para me lembrar dele depois. No dia seguinte pedi um café no mesmo local. Outra vez recebi um café especialmente elaborado, e novamente o fotografei com meu celular. No terceiro dia seguido em que fui à mesma padaria, tomei um café, mas não fotografei. O atendente, estranhando, perguntou se eu não tinha gostado do café do dia. Respondi que estava muito bom, e curiosamente perguntei a ele o por quê daquela pergunta.  Ele respondeu: - Porque hoje você não o fotografou!

Essas imagens foram ocupando a memória do meu celular até que tive a ideia: Tenho imagens de cafés muito especiais... Porque não compartilhar todo esse conteúdo guardado só para mim?

Foi naquele momento que tive a ideia de unir 3 paixões: Viagens, Fotografia e Café.

Por trabalhar com fotografia, considero a boa qualidade da imagem minha obrigação. O Café foi escolhido para ser o protagonista por ser um elemento singular, pela sua capacidade de unir pessoas mais do que qualquer outra bebida. O café é um patrimônio cultural acessível que além de unir pessoas, transmite hábitos muito diversos presentes em diferentes culturas, sejam grandes metrópoles ou pequenos povoados. Democrático, está presente nos hábitos diários de comunidades das mais diversas classes sociais espalhadas até as mais escondidas reentrâncias da Terra.

O Aplicativo Instagram foi escolhido para começar esse trabalho por ser um canal de comunicação rápido e democrático, e possibilitou muita gente a embarcar para diferentes destinos comigo.

Desde a primeira postagem até a construção de uma galeria, foi mantido o mesmo critério: são compartilhadas imagens próprias e de seguidores, usando sempre o critério ético de informar a origem e o nome do fotógrafo em todos as imagens.

Com o crescente interesse e identificação dos seguidores, diante da necessidade do crescimento de espaço neste canal dedicado a cafés, fotografias e destinos, nos tornamos um portal de apresentação tendo como nossa diretriz os principais valores do café: A bebida mais democrática e mais globalizada do Planeta.

Nosso conceito começa apresentando que o café, produto originário da Etiópia, que conquistou o paladar do mundo, e se tornou a bebida mais consumida dentre todas, perdendo apenas para a água.

Através deste portal estabelecemos um canal de divulgação e dicas de cafeterias pelo Mundo afora. Sem a pretensão de ser um guia dos melhores cafés do mundo, este canal "1 Café e a Conta" apresenta sugestões de lugares gostosos, charmosos e até inusitados para consumir a deliciosa bebida.


E não se pode deixar de citar que o Café é a bebida mais sociável de todas:

Quando chegamos a uma reunião, nos é oferecido um café. Quando encontramos um amigo surge a ideia: "Vamos tomar um café"? O café também está presente num momento de pausa, quando pedimos um Café e nos acomodamos por alguns instantes para observar a paisagem ao nosso redor. O Café pode também nos despertar, quando estamos nos preparando para uma tarefa árdua. Ele também está presente num momento de reflexão, de avaliação e também está presente no instante de se estreitar as relações.

Criamos um portal aberto para publicação de conteúdo de Café: fotos de Cafés inesquecíveis, interessantes e criativos, situados geograficamente através do uso de “Geotags”, e também oferece espaço para comentários pessoais e sugestões de lugares incríveis.

Criei um canal que vai além da apresentação de imagens de Cafés. Este canal compartilha Emoções e Lembranças tendo o Café como protagonista. São fotografias feitas por mim e por amigos que viajam pelo mundo todo e eu escolho algumas, e divido com todo mundo.

Às vezes tomamos Cafés caprichados que, por serem quase obras de arte, chegamos a sentir pena de tomar. Aqui também abrimos espaço para apresentação de artistas desconhecidos, profissionais incógnitos que trabalham com talento atrás de balcões de todo o mundo elaborando cafés com arte. É a hora de traze-los a público!

Pingado, Carioca, Expresso, Prensa Francesa ou Cappuccino... tanto faz a preferência. O que importa é que o Café, além de agregar muita cultura, faz parte do dia-a-dia da maioria das pessoas, em qualquer lugar do Terra. 

Compartilhe seus Cafés você também. Nossos seguidores vão adorar!
Marina Klink



FONTE

http://1cafeeaconta.com/quem-sou/

Alice Café



Inaugurada em 2014 na capital paulista, esta cafeteria oferece água filtrada gratuita para os clientes, wi-fi e local para estacionar a bicicleta durante a pausa para o café. Por lá, espressos e coados na Hario V60 são elaborados por baristas com blend Bike Café.


Para acompanhar, serve comidinhas de fabricação própria como pães, sanduíches, bolos, tortas e almoço com cardápio variado, além de opções vegetarianas. Para aquecer os dias frios, a dica é o chocolate quente elaborado com 50% de cacau, acompanhado por pão de queijo mineirinho.


O Alice Café tem sua temática inspirada em Alice no País das Maravilhas. São pinturas pelas paredes e lanches batizados com nomes referentes à obra de Lewis Carroll. Muito além da tradicional combinação café com pão de queijo, o Alice Café oferece uma série de pães e doces preparados com bastante cuidado na casa.





Nos fundos da cafeteria há um espaço envidraçado, voltado para panificação e confeitaria, de onde saem pães, bolos, cookies, entre outras pedidas interessantes, que podem ser consumidas por lá ou levadas para casa.


Os pães, assados no forno de pedra e preparados com o capricho da melhor panificação artesanal (um dos sócios do Alice Café é o padeiro Márcio Kimura, que também dá expediente no Fricco’ restaurante, empório, pães e embutidos artesanais – que fica na mesma rua), podem ser servidos na chapa (opções ao leite ou integral); em sanduíches simples como o Tweedledee (queijo quente no pão de leite) ou mais elaborados, como é o caso do Chapeleiro (carne confitada na deliciosa ciabatta) ou o Lewis (pernil e cebola roxa no pão integral).


O bom cafezinho, da marca Bike Café, pode ser coado, espresso, prensado, entre outras opções. Para completar bolos caseiros simples (sem recheios) com ou sem glúten, brownies, cookies,muffins e cinnamon rolls (rolinhos de canela, bem macios e fofinhos). O Alice Café também oferece pratos rápidos para os almoços de 2ª feira a sábado. As garrafas de água coloridas pelas mesas, são uma cortesia da casa e os preços são bem convidativos. Além do cardápio nas mesas, uma gigante lousa preta no teto, informa o menu da cafeteria com o preço. Os pedidos devem ser feitos direto no caixa. Há estacionamento para bicicletas e um estimulante Clube da Leitura – você deixa um livro e pode levar outro pra ler.


Alice Café – Rua Cubatão, 305 (Paraíso), SP, Brasil.

Visite o site.


Fonte

http://revistaespresso.com.br/cafeterias/alice-cafe-sao-paulo-sp/

http://vaigordinha.blogspot.com.br/2015/02/alice-cafe.html

https://www.cuecasnacozinha.com.br/2015/10/alice-cafe/

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Casa Torta de Windsor, na Inglaterra


A Estranha Casa Torta de Windsor


Enquanto muitas casas tortas são deliberadamente construídas a torto e a direito para atração de visitantes, a que está na praça do mercado em Windsor, na Inglaterra, é o resultado de descuido.


"The Crooked House of Windsor" foi construída em 1592 à beira da praça do mercado da cidade e foi originalmente chamada de "Market Cross House". Em 1687, a Câmara Municipal ordenou que a casa fosse demolida, a fim de abrir caminho para o vizinho Guildhall.


A disputa de terra irrompeu sobre o lote e o conselho acabou por ser ordenado pelo tribunal a reconstruir a habitação em seu local original. A casa foi reconstruída com pressa, e possivelmente, sem cuidado, usando madeira de carvalho verde. Quando a madeira secou, a casa cedeu no terreno. Desde então a casa à beira do Mercado, ficou conhecida como a "Crooked House of Windsor" ou " A casa torta de Windsor".



A casa era originalmente um açougue, mas ao longo dos séculos, o edifício abrigou muitos tipos de negócios, incluindo um joalheiro, uma cervejaria, uma loja de antiguidades, e uma loja de presentes. Atualmente, ela funciona como uma sala de chá e restaurante que serve os clientes com - além de chá e café - bolos artesanais, lanches deliciosos, almoços e jantares.


A casa torta tem uma passagem secreta, agora bloqueada, que levava ao Castelo de Windsor e dizem ter sido usado para encontros ilícitos entre o rei Charles II e sua amante Nell Gwyn. A passagem também foi usada para a entrega de produtos do mercado diretamente às cozinhas do Castelo de Windsor.



fonte

http://www.curionautas.com.br/2014/10/a-estranha-casa-torta-de-windsor.html

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Café - um dedo de prosa


Aconteceu em Itu, no dia 25 de outubro/14, a pré-estreia do longa-metragem de animação “Café, um dedo de prosa”, do diretor Maurício Squarisi. O filme conta a história de uma das bebidas mais famosas do nosso país, o café, descoberto na África, em 575. A exibição acontece às 19h30, no auditório do Paço Municipal, e contará com a presença de Vera Holtz e Wandi Doratiotto, que emprestaram suas vozes aos personagens. Wandi, que também é músico, foi o autor, junto com Danilo Moraes, das 11 canções criadas especialmente para o filme.


Dois amigos se encontram em uma cafeteria e, apaixonados pela bebida, conversam sobre sua história, de modo descontraído e envolvente. São muito presentes as referências ao interior do estado de São Paulo, região na qual o cultivo do grão proporcionou grande desenvolvimento econômico, político e cultural.

A escolha dos atores acompanhou estas referências: Vera Holtz e Wandi Doratiotto têm um sotaque paulista natural, embora diferentes, já que Wandi é um típico paulistano e Vera traz a essência caipira do interior, mais especificadamente de Tatuí (SP).

O projeto é desenvolvido pelo diretor cinematográfico Maurício Squarisi, que tem grande experiência na área de produção, direção e animação e também estará presente na pré-estreia. Foram cinco anos de trabalho para que a produção fosse finalizada.

Há vários anos venho estudando a história do Café e testando várias formas de contá-la em linguagem cinematográfica. Em 2009 encontrei o livro ‘História do Café’, de Ana Luiza Martins. Sua linguagem e compilação me pareceram muito adequadas para o filme. Li várias vezes, rabisquei, resumi, e fiz alguns tratamentos de roteiro. Em seguida desenvolvi um story-board e procurei a autora convidando-a para ser assessora histórica do projeto. Montei uma equipe de parceiros, com Wilson Lazaretti, Janice Castro, Beth Russo, Eliana Ribeiro, Anselmo Carvalho e outros profissionais, e formatamos o projeto, que foi aprovado através do PROAC em 2012”, explica o diretor.


Maurício já tem uma grande carreira de sucesso no mundo da animação. Ao lado de Wilson Lazaretti, é fundador do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas. Ministra oficinas de animação em escolas e tem em seu currículo dezesseis filmes realizados como diretor, além de participação em dezenas de outros trabalhos como produtor, animador e colaborador.

O filme de animação “Café, um Dedo de Prosa” foi viabilizado através de Lei de Incentivo Fiscal (lei do PROAC – ICMS – SP). O evento de lançamento tem produção executiva da D’Color Produções Culturais, com patrocínio das empresas SAPA, Tuberfil e Grupo Simeira. A primeira exibição tem entrada franca, mas é preciso imprimir antecipadamente um vale-ingresso no site www.dcolor.art.br/ingressos a partir do dia 16 de outubro.
Confira o trailer:


O filme conta a história de dois amigos que se encontram numa cafetaria para saborear café arábico e conversar sobre a história do café.

Nascido em Campinas, interior do estado de São Paulo, Brasil, no ano de 1958, Maurício Squarisi trabalhou como artista gráfico em editoras, gráficas, jornais e agências de publicidade. Em 1979 ingressou no Núcleo de Cinema de Animação de Campinas como aluno, e com as experiências em animação tornou-se professor do mesmo núcleo e um dos seus directores. Desde 1986 que promove oficinas de animação por todo o Brasil.

“Quando sou convidado a dar um depoimento sobre o desenho animado “Café – um dedo de prosa”, antes de tudo desejo manifestar minha gratidão. Sou grato a toda a equipe de artistas, profissionais, historiadores, agentes captadores de recursos, patrocinadores, animadores, atrizes, atores, músicos, funcionários dos governos, e atodos que colaboraram para tornar essa obra possível. Mesmo com toda essa colaboração, realizar um filme de animação é bastante trabalhoso.

Embora passar horas, dias, meses e anos debruçado em uma prancheta desenhando seja muito prazeroso, esse tempo também é repleto de ansiedades, incertezas,acertos e erros. O processo desse filme ocorreu de 2009 a 2014: quatro anos de preparação e um ano de produção. Agora estamos na fase de divulgação, que é tão importante quanto a de produção, pois fazemos filmes para nos comunicarmos com outras pessoas e dividirmos nossos sentimentos com elas, por isso prezamos muito as exibições de nossos filmes. É no momento da exibição que o filme se completa.

Então, ter o filme exibido em Lisboa é um privilégio imensurável, é a compensação pelas horas, dias, meses e anos de trabalho solitário na prancheta, e, além da exibição no Cinema São Jorge, que é o templo do cinema de animação, exibir também na Casa da América Latina me mostra que o filme está indo de encontro ao seu verdadeiro público. O que me leva a contar a história do Café é essa influência que sua trajetória tem na vida da minha vila, da minha cidade, do Brasil, de Portugal, e, claro, da América Latina… O que eu mais quero agora é ouvir a opinião das pessoas sobre o filme, suas impressões, o que aprenderam com ele, o que têm a acrescentar, a criticar… Melhor ainda se essas conversas forem em torno de uma boa mesa de café!”

Maurício Squarisi

FONTE

http://www.itu.com.br/cinema/noticia/longametragem-cafe-um-dedo-de-prosa-tem-preestreia-em-itu-20141015

http://casamericalatina.pt/2015/02/25/exibicao-de-cafe-um-dedo-de-prosa/

sábado, 18 de outubro de 2014

Urbe Café. Variedade, qualidade e alto-astral num blend irresistível


Repostei essa experiência de visita ao Urbe Café da Simone Catto, lá do Peneira Cultural

Quem me conhece sabe como adoro papear e filosofar diante de uma boa xícara de café. Sobretudo quando tenho, à minha frente, gente querida e inteligente. Sábado tive novamente esse prazer. Após uma aula no MASP e um almoço delicioso no Gopala Madhava, na região da Consolação, foi só atravessar a rua para chegar ao Urbe Café, um de meus preferidos.

A fachada do Urbe, com mesas na calçada - Foto: Divulgação /Urbe Café

Eu gosto do Urbe por várias razões, todas absolutamente no mesmo nível de importância. Primeiro, a casa tem um ambiente descolado que eu adoro, com aquela aura de acolhimento encontrada somente nos lugares que abrem todos os dias e até muito tarde (ou "cedo", dependendo do ponto de vista! rs) O atendimento é atencioso e gentil. Além disso, há o público que o frequenta. Durante o almoço, são profissionais que trabalham na região da Paulista – o que inclui, naturalmente, gente de todas as idades e profissões. À noite e nos fins de semana, o ambiente fica ainda mais interessante. Predominam os moradores da região, pessoas que saem dos vários cinemas do entorno, casais, a turma GLS, culturetes e por aí vai.

Além do salão principal, a casa tem um mezanino e também algumas mesas na parte externa, para quem fuma ou quiser aproveitar um dia ou noite mais quente.

O aconchegante ambiente interno em foto tirada do mezanino - Foto: vejasp.abril.com.br


Vista parcial do salão e do balcão - Foto: Simone Catto

O cardápio é extenso. Há algumas opções de pratos leves para almoço e jantar, mas o forte, naturalmente, é a grande variedade de cafés quentes ou frios, um mais saboroso que o outro!

Irish Coffee - Foto: Divulgação / Urbe Café

O Cappuccino Vienense, que leva nutella e chantilly, com uma tentadora
porção de pães de queijo... nham! - Foto: Divulgação / Urbe Café

O café na Prensa Francesa, como é chamado no Urbe, é preparado em uma jarra de vidro ou plástico com um sistema que usa um êmbolo. Como o filtro de metal do êmbolo não absorve os óleos essenciais do café, ele fica mais complexo e intenso. Deve ser interessante observar o processo, ainda mais que ele tem um lado ecologicamente correto por não empregar energia elétrica nem filtro de papel. Vou experimentar um desse na próxima vez!

Café preparado na Prensa Francesa - Foto: Divulgação / Urbe Café

E não para por aí: a casa também tem grande oferta de drinks, desde clássicos como a margarita e o cosmopolitan até caipirinhas e invenções como o Bossa Nova, que leva cachaça, mate gelado, geleia de jabuticaba, laranja e limão. Para os mais comportados, há chás, shakes e sucos variados que podem ser degustados com várias opções de doces e salgados. Sim, o Urbe tem de tudo para todos os gostos!

Waffle com nutella, doce de leite, bananas fatiadas bem fininhas e sorvete de baunilha.
Quem resiste? - Foto: Divulgação / Urbe Café

No sábado, tomei um café coado no coador Hario V60. A atendente coa o café na própria mesa, à sua frente. É interessante observar o processo, mas... achei o café meio fraco. Tudo bem que não gosto de cafés extremamente fortes, mas um pouco mais de corpo faz bem! Um amigo pediu ochocolate quente com marshmallow, uma 'gordice' com só-Deus-sabe quantas calorias! (rs)

Dois dos nossos pedidos: o meu, café coado no coador Hario V60,
e o chocolate quente com marshmallow.
Foto: Simone Catto

Uma ótima notícia, sobretudo para quem mora perto, é que o Urbe Café serve um brunch de quinta a domingo, das 10h às 15h. Perfeito para quando 'bater' aquela preguiça de fim de semana!

Itens servidos no brunch de quinta a domingo - Foto: Divulgação / Urbe Café


Você também é apaixonado(a) por café? Gosta de experimentar blends diferentes? Então com certeza vai gostar do ambiente e do cardápio do URBE CAFÉ. Vá lá: Rua Antônio Carlos, 404 – Consolação. Tel.: (11) 3262-3943. Abre às segundas-feiras das 12h à 01h30, terças a quintas das 10h à 01h30 e sextas e sábados das 10h às 04h.

FONTE

http://peneira-cultural.blogspot.com.br/2014/10/urbe-cafe-variedade-qualidade-e-alto.html

sábado, 24 de maio de 2014

Um Café para comemorar



Uma das bebidas mais apreciadas do Brasil tem data comemorativa. Desde 2005, todo dia 24 de maio é celebrado o Dia Nacional do Café.

Presente no cotidiano, seja puro, ao leite e suas variações, a sua importância vai muito além de dar aquele gás diário na alimentação. No século passado, foi o principal produto da economia brasileira e hoje mantém sua importância na balança comercial, sendo fonte de renda de pequenos produtores ou lucro para grandes empresas de commodities.

Para comemorar a data, reunimos as melhores reportagens sobre café do nosso site. Confira!












FONTE

http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/Cafe/noticia/2014/05/dia-nacional-do-cafe-e-comemorado-neste-sabado.html

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Máquina imprime foto do rosto do cliente no café


Para passar o tempo, acompanhar um bom lanche, para ler ou apenas para acordar, um café é sempre um bom companheiro e faz parte da vida de muita gente.

Para deixar o café ainda mais pessoal e especial, a cadeia Let’s Café, do Taiwan, criou uma forma inovadora e divertida de tomar um café: a superfície da bebida pode sair com o rosto do seu consumidor.

Basta tirar uma foto com um smartphone, fazer o upload na máquina de café, escolher o tipo de café e pronto! Ele sairá com a foto estampada. Olha só o resultado:


fonte
http://genot.com.br/rostonocafe/

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Dia Internacional do Café


O tradicional cafezinho é símbolo dos negócios, dos encontros profissionais e daquele bate-papo com os colegas de trabalho. Seja servido na garrafa, solúvel, espresso, ou aqueles mais elaborados, o café está bastante presente na rotina de todos nós.

Em 14 de abril é comemorado o Dia Internacional do Café, considerada a segunda matéria prima mais comercializada no mundo, só perdendo para o petróleo. Só no Brasil, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), em 2013 foram consumidos 4,87kg de café torrado por habitante. Ainda segundo o levantamento, a penetração do café no consumo doméstico no país é de 95%, um dos maiores do planeta.

Benefícios do café

Especialistas apontam que tomar quatro xícaras de café por dia pode aprimorar a atenção e a capacidade de concentração – a bebida reduz a incidência das sensações de apatia, desânimo e depressão.

Outro benefício importante desta paixão mundial é o combate aos radicais livres: quem consome, diminuí os riscos de desenvolver doenças cardiovasculares e alguns tipos de cancro.

Um estudo feito na Noruega pelo National Institute of Occupational Health, ou Instituto Nacional de Saúde Ocupacional, apontou que o café também auxilia em questões físicas relacionadas ao trabalho, como dores no pescoço, ombros, cotovelos e pulsos.

E não é à toa que realmente o café tem grande papel no meio corporativo. De acordo com uma pesquisa da Cochrane Injuries Group, empresa britânica de estudos na área de acidentes, trabalhadores que tomaram café durante o turno noturno cometeram menos erros que aqueles que não o tomaram – a cafeína é um estimulante que bloqueia os receptores de adenosina no cérebro, permitindo que neurotransmissores, como a adrenalina, corram soltos e mantenham a pessoa mais alerta.

FONTE

http://www.catho.com.br/carreira-sucesso/noticias/o-dia-internacional-do-cafe-e-sua-importancia-nas-empresas